Quer montar um menu completo, sem prejuízos e que agrade o paladar do seu cliente? Então, não deixe de pesquisar as preferências e o perfil da sua clientela. De nada adianta abrir um negócio bastante requintado, se a região pede algo mais simples e convencional. Além disso, é importante ainda ficar atento a detalhes como layout e estrutura do cardápio de apresentação e sugestões diárias, como o prato do chef. Confira algumas dicas de como montar um cardápio de restaurante sem erros e que pode te ajudar a alavancar seu investimento.

Como montar um cardápio de restaurante

Defina seu tipo de restaurante: lanchonete, pizzaria, quilo, à la carte. Em seguida, pesquise à fundo o perfil do público que irá frequentar seu restaurante. É importante ter dados sobre preferência alimentares, estilo (requintado, self servisse) e o valor que eles estão dispostos a pagar.

Em seguida, é hora de pensar na estrutura do cardápio físico, que o cliente vai usar para escolher seu pedido. O ideal é que ele seja simples e contenha apenas as informações necessárias. Coloque os preços de forma discreta, de preferência embaixo da descrição de cada prato. Deixar os valores alinhados à direita pode facilitar a escolha pelo mais barato. Além disso, procure não arredondar os valores. O cliente tem a sensação de estar pagando mais barato quando vê um prato de R$ 29,80, em vez de R$ 30.

Por fim, mantenha-se sempre atualizado. Acrescentar novidades constantemente mostra que você está focado em satisfazê-los e em elaborar o melhor cardápio.

Sugestões para ter no cardápio

Para atrair a atenção dos consumidores e manter o interesse no seu estabelecimento, acrescente alguns pratos fixos e sugestões especiais. Como o ‘prato do dia’, que é servido em dias fixos. Além de oferecer certa previsibilidade para o cliente, ele ainda facilita seu pedido de compras e a operação da cozinha. Outra possibilidade é o ‘menu executivo’, que é composto por uma refeição completa com entrada, prato principal e sobremesa por um preço fixo.

A ‘sugestão do chef’ é uma maneira de dar um ar mais sofisticado ao seu menu, sem comprometer a rentabilidade do seu negócio. Ele pode ser usado para chamar a atenção do cliente ou para usar um ingrediente que está em excesso no estoque.

Qual a melhor estrutura do cardápio?

No menu à la carte, a disposição dos itens deve seguir a seguinte sequência: entradas, pratos principais, sobremesas e bebidas. No caso de buffets, o ideal é começar com as entradas e, em seguida, dispor as opções de proteínas, guarnições, sobremesas e bebidas.