Já ouviu falar de dark kitchen? Não, não é uma cozinha escura, com paredes pintadas de preto. As dark kitchens, ou cozinhas fantasmas, são estabelecimentos alimentares que oferecem apenas o serviço de comida para viagem.

As dark kitchens vêm ganhando cada vez mais adeptos, principalmente pelos menores custos e alta dos serviços de delivery. Continue neste artigo para entender melhor sobre o conceito e saber se ele se aplica ou não ao seu negócio.

O que é dark kitchen

Você já deve ter notado um crescimento cada vez maior do serviço de entregas de refeição por delivery. É evidente que a pandemia de Covid-19 causou uma mudança de hábito por parte dos consumidores, e os dados não mentem.

Só em 2020, 47% dos estabelecimentos adotaram novos canais de vendas, e o Brasil foi responsável por quase metade do uso de serviços de delivery na América Latina. Mas, afinal, o que é dark kitchen e o que esse fenômeno tem a ver com isso?

Hoje em dia, é possível que um estabelecimento sobreviva apenas com serviços de entregas. Por conta disso, o modelo de dark kitchen está cada vez mais popular: estabelecimentos alimentícios focados apenas em takeaway e delivery de alimentos, ou seja, sem estrutura para consumo no local.

As principais características de uma dark kitchen envolvem:

- Ela não possui salão onde os clientes podem se alimentar e nem garçons;

- Para funcionar, precisa de um sistema de pedidos (próprio ou de plataformas terceiras);

- São instalações bem equipadas e, normalmente, utilizam de tecnologia de ponta para otimizar a operação.

As vantagens? Principalmente, economia! Quem escolhe investir em dark kitchens não precisa arcar com custos relacionados ao funcionamento de salões, além de economizar na luz e no aluguel. Esse tipo de estabelecimento é basicamente uma cozinha otimizada, focada apenas no preparo de alimentos para viagem.

Como aplicar o conceito

Como aplicar o conceito

Ficou interessado no conceito de dark kitchen? Não é por menos, o modelo é mais econômico e mais fácil de ser colocado em prática em comparação a um estabelecimento tradicional.

A melhor parte é: mesmo que você já tenha um estabelecimento que oferece refeições no local, vale investir em um ambiente em outro endereço apenas dedicado ao delivery. Já considerou essa possibilidade?

Uma vantagem das dark kitchens é que, ao escolher um local para seu negócio, você não precisa escolher um ambiente comercial e movimentado (que geralmente teria custos maiores), já que os clientes não são atraídos presencialmente.

Por outro lado, vale investir na atração de clientes de forma on-line, por meio de redes sociais e conteúdo, por exemplo.

No funcionamento da sua dark kitchen, alguns pontos exigem atenção: é preciso estar antenado aos serviços de entrega, se você for terceirizar essa etapa do processo.  Além disso, você precisa ter uma noção de como vender bem no delivery, já que é ele que moverá seu negócio.

É mais fácil também a diversificação de culinárias quando se trata de dark kitchen: você pode ter, por exemplo, um delivery de fast food e de massas em uma mesma cozinha. É possível, inclusive, compartilhar o espaço com outros estabelecimentos, assim dividindo os custos de funcionamento, ou até mesmo utilizar um coworking de cozinhas.

Como melhorar sua dark kitchen

Se você já opera em uma dark kitchen, tem uma boa noção das vantagens desse modelo - mas é preciso tomar cuidado com um erro comum: manter seu cardápio enxuto, para não sobrecarregar sua cozinha.

Da mesma forma, faça escolhas espertas de produtos versáteis para evitar a complexidade de estoque. Já que estamos falando de otimização da produção, a Base de Tomate Desidratado Knorr, por exemplo, equivale a 88 tomates in natura, ocupa menos espaço, dura mais e evita sujeira e desperdício na sua operação.

Sem contar que a escolha de produtos interfere também na qualidade do seu delivery. Que tal substituir a batata frita pelo Purê de Batatas Knorr no acompanhamento dos seus pratos? Em vez de uma receita murcha e oleosa, como costuma ocorrer com frituras, seu cliente vai encontrar um purê macio e de ótima aparência, mesmo após a viagem.

Você também conhece a importância das redes sociais para seu negócio, certo? Busque sempre trazer um bom conteúdo e divulgue bastante, inclusive por meio de anúncios das principais plataformas, porque a maioria de seus clientes será atraída por lá.

Contrate alguém para fazer a gestão das suas redes sociais, se puder investir nisso. Os resultados serão a longo prazo, mas farão total diferença.

Outra dica importante é que, embora as dark kitchens naturalmente sejam uma opção mais econômica, é sempre importante pesquisar os serviços de entrega e fornecedores que ofereçam o melhor custo-benefício para o seu negócio.

Com as nossas dicas, temos certeza de que você conseguirá implementar o modelo no seu negócio, aproveitar a alta dos deliveries e garantir o melhor que uma dark kitchen tem a oferecer ao seu bolso!

Página Inicial
Produtos
Receitas
Serviços
Menu