Uma pesquisa do ano passado, realizada pela Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf) em parceria com a Locomotiva Instituto de Pesquisa, trouxe resultados interessantes sobre como o brasileiro se relaciona com um programa de fidelidade.

Os dados mostram que 65% dos participantes preferem realizar compras com marcas que oferecem algum programa de fidelidade, e 61% costumam concentrar suas compras nesses estabelecimentos. Além disso, 72% dão, ainda, dicas a amigos e parentes sobre marcas e empresas que disponibilizam esse tipo de ação.

Além de cair no gosto do povo, não é segredo que reter clientes é muito mais fácil e barato do que atrair novos. Ou seja, são muitos os benefícios de adotar um programa de fidelidade para restaurantes.

Vem com a gente, vamos te explicar tudo sobre o assunto! 

Afinal, o que é um programa de fidelidade? 

O cliente fiel que sempre volta ao seu estabelecimento, já conhece todo mundo pelo nome e sabe o cardápio de cor, merece um bom benefício, certo? Um programa de fidelidade nada mais é do que uma forma do negócio recompensar esse cliente pela preferência.

O objetivo dele, como o nome já diz, é fidelizar e reter o consumidor. Ao desfrutar do benefício, o cliente fica mais satisfeito, pode se tornar assíduo e recomendar o restaurante para que outras pessoas passem a frequentá-lo, além de garantir regalias.

Além do mais, um bom programa de fidelidade funciona de forma simples e vantajosa para ambas as partes. A dinâmica sempre segue a seguinte regra: identificar quem mais consome ou frequenta o local e lhe oferecer recompensas por isso.  

Conheça alguns tipos de programa de fidelidade 

Para entender melhor o que é um programa de fidelidade, vamos a alguns modelos práticos e exemplos.

Inspire-se, pense bem e analise se alguma dessas formas atende ao seu restaurante e aos seus clientes!

 

Cartões fidelidade 

Esse é, provavelmente, o primeiro modelo que surge na cabeça quando falamos sobre programa de fidelidade. Não é para menos, ele é o mais popular e conhecido dentro do setor alimentício. 

Principalmente cafeterias, as de bairro e até mesmo a do McCafé, disponibilizam para seus clientes um cartão que é carimbado a cada pedido realizado pelo consumidor. Quando o cartão atinge determinado número de carimbos, o cliente ganha um prêmio – nesse caso, especificamente, costuma ser um café.

Para implementar o conceito em seu negócio, você deve escolher o critério para o seu cartão fidelidade: por exemplo, os carimbos serão baseados em presença, compras específicas, valor gasto? Assim, a cada frequência, no caixa, o cartão é carimbado.

Antes de colocar a ideia em prática, também é preciso definir  a quantidade final de carimbos e qual a recompensa oferecida. Ela pode ser, por exemplo, uma sobremesa. Perceba que pelo benefício ser já parte do seu cardápio, esse modelo é muito viável economicamente. 

cartoes fidelidade

Cashback 

Com mais tecnologia, o Cashback é um modelo de programa de fidelidade para restaurantes que tem ganhado muitos adeptos. Este é o programa fidelidade do Madero, por exemplo. Ao frequentar os restaurantes da marca, você recebe parte do valor consumido em seu saldo Madero Cashback, e pode utilizá-lo em suas próximas visitas.

Certifique-se de que você dispõe da tecnologia de pedidos necessária, e pesquise sobre os custos se quiser investir nessa alternativa. O sistema de cashback costuma agradar sobretudo um público mais jovem e conectado, mas é uma tendência que se expande para diversos consumidores. Afinal, quem não gosta de boas recompensas em dinheiro? 

 

Cupom de Desconto 

Um programa de fidelidade mais tradicional que também envolve recompensas monetárias é o cupom de desconto. Há alguns anos, era muito tradicional encontrar exemplos deles em revistas e jornais, mas a tecnologia tomou conta da vantagem, que agora é majoritariamente virtual.

Quem não conhece a versão do Ifood? Na famosa plataforma de pedido delivery, existe a opção de, por exemplo, após realizar 5 pedidos em certo restaurante dentro do prazo de 30 dias, você receber um cupom de R$30.

E não para por aí! Existem também sites e apps especializados em clubes de vantagens que disponibilizam cupons de fidelidade aos seus membros. Ao implementar esse esquema no seu negócio, há grandes chances de fazer parcerias e até conquistar uma divulgação extra. 

 

Programa de Pontos 

Aqui, quanto mais se gasta, mais se ganha… em pontos! Sempre que o cliente faz uma compra, ganha uma certa quantidade de pontos. Parecido com cartão de crédito ou milhas aéreas, esse programa de fidelidade é uma opção interessante, mas que pode gerar custos altos.

Os pontos podem ser trocados por prêmios a serem definidos por você, gestor do negócio. Quem faz isso, na prática, é o Starbucks. A rede gigante chama seus pontos de estrelas, e garante diversas recompensas para usuários cadastrados em seu programa de fidelidade.

 

No Starbucks Rewards, sob o Slogan “Mais estrelas, mais prêmios, mais rápido” você tem direito a bebidas gratuitas, promoções antecipadas, compre um, leve dois e outros benefícios a depender, claro, do seu acúmulo de estrelas.

 

Aqui entra, ainda, a possibilidade de gamificar o programa, incluindo formas de duplicar seus pontos com dinâmicas e jogos, conquistar mais pontos indicando amigos, etc. Em resumo, é uma versão mais desenvolvida do cartão fidelidade.

Quais os benefícios de implementar um programa de fidelidade no seu negócio?

beneficios people talking

Como vimos lá no início, são muitos os brasileiros que preferem estabelecimentos com algum programa de fidelidade. Essa forma de cativar e fidelizar o cliente tem diversas vantagens, como:

 

  • Diferencial frente à concorrência: se seu cliente volta sempre, não precisa procurar novas opções de restaurantes. Seja o destino preferido;
  • Maior valor para seu negócio: quanto mais valor agregado a clientela enxergar em seu negócio, melhor a reputação dele. Estreite o laço com seus clientes e gere confiança;
  • Mais lucro com menos custo: ao formalizar os ‘mimos’ que se dá a quem consome mais no seu estabelecimento, você vai perceber que essa é uma forma muito barata de aumentar seu ticket médio;
  • Cliente fiel: o melhor tipo de cliente! Você sabe que seu restaurante é frequentado por pessoas que realmente gostam dele, o que gera uma comunidade sólida em pesquisas para implementar melhorias;
  • Coleta de dados: é uma possibilidade de coletar dados do seu público e utilizá-los estrategicamente.

 

Agora que você já está convencido em começar um programa de fidelidade para seu negócio e conhece as principais opções do mercado, saiba por onde começar. 

Como pôr em prática um programa de fidelidade

Ao colocar em prática um bom programa de fidelidade para restaurantes, antes de tudo, é importante destacar que em qualquer modalidade do programa é preciso que as regras fiquem muito claras para quem vai consumir. Seja online ou offline, evite que o tiro saia pela culatra: negar um benefício que o cliente pensou que tinha direito pode gerar grandes transtornos.

 

Dito isso, o primeiro passo na hora de definir como vai funcionar o benefício é conhecer os seus clientes. Saiba quem forma seu público-alvo e do ele mais gosta no seu estabelecimento, o que ele valoriza como vantagem, entre outras informações. Assim, você oferece um serviço que condiz com quem o consome.

 

Qualquer novidade que saia do papel deve sempre passar por uma fase de testes. Nossa dica, então, é começar com um programa de fidelidade com baixo custo, para verificar a aceitação de parte da clientela.

 

Feito? Atente-se à adesão e pontos de melhoria para expandir seu programa de fidelidade ou, se for o caso, partir para outro modelo e efetuar novos testes. O esquema de tentativas e erros, desde que de forma organizada, é sua melhor pedida!

 

Gostou das nossas sugestões? Saiba que nosso conteúdo não para por aí! Temos muito mais dicas para o seu negócio.

 

Página Inicial
Produtos
Receitas
Serviços
Menu