Com a chegada das festas de fim de ano, que tal trazer o clima natalino para dentro do seu restaurante? Uma decoração caprichada e o preparo de algumas receitas de pratos de Natal podem atrair mais clientes, melhorar a experiência e fidelizar o seu público. E o melhor é que você não precisa gastar muito para criar essa atmosfera festiva. “O ideal, na verdade, é não exagerar em nada e ser o mais clássico possível. Escolha enfeites que não sobrecarregue o ambiente e pratos já tradicionais dessa época do ano”, aconselha Du Cabral, chef executivo da International Meal Company (IMC)

Como escolher pratos de Natal?

A recomendação de Du Cabral leva em consideração o lado emotivo e familiar das festas de fim ano. “As pessoas buscam por sabores tradicionais, que remetem às lembranças de família”, comenta o chef. Por isso, nada de tentar inovar demais ou inventar uma receita do zero. “Esse é um feriado em que não se deve criar receita, conheça quais são os pratos de Natal e escolha algo tradicional e que tenha o perfil do seu restaurante”, comenta.

Para não errar, o chef dá algumas dicas de pratos de Natal valiosas. Opções como peru, lombo de porco, peixes e arroz cremoso tendem a ficar ressecados depois de algum tempo em exposição no réchaud. Nesses casos, é mais certeiro escolher receitas que levem molho, como um pernil, ou que sejam naturalmente mais úmidas, como uma farofa de castanhas. “Seja prático e não invente muito na apresentação, do contrário o cliente pode ficar confuso ou incomodado em desmontar o prato na hora de se servir”, comenta Du Cabral.

Dicas para preparar pratos de Natal

  1. Escolha uma receita típica do período e que não fuja da proposta do seu restaurante. Você pode até dar um toque personalizado ao prato, mas não invente demais. O cliente espera saborear algo que lhe traga à memória lembranças pessoais e familiares.
  2. Restaurantes por quilo e self service precisam tomar bastante cuidado com a escolha da receita. Peru, lombo de porco, peixes e até mesmo o arroz cremoso tendem a ficar ressecados depois de algum tempo em exposição no réchaud. Opte sempre pelos pratos feitos com molho ou que já sejam mais úmidos.
  3. Algumas sugestões de pratos para operações de buffet incluem: pernil com molho de abacaxi, tender, farofa de castanhas ou de uva passas, bolo de nozes e torta de frutas vermelhas. Preparar a decoração dos pratos para Natal também é importante.
  4. Como no à la carte, a comida não fica exposta, é possível fazer qualquer tipo de receita - desde que ela tenha a ver com o seu restaurante. Algumas sugestões do chef: lombo de porco com molho de ameixa, arroz cremoso, molho de maçã, massa com frutos do mar e molho ao vinho branco, torta de amora ou de frutas vermelhas com chocolate branco.
  5. Antes de incluir uma receita nova no seu cardápio faça avaliações variadas. “Treine sua equipe inteira, do garçom ao chef, faça teste de estresse e cheque cada detalhe”, recomenda Du Cabral. O teste de estresse é fundamental para garantir que tudo sairá perfeito, mesmo com a casa cheia e uma quantidade grande de pedidos. Se você não estiver preparado, pode tropeçar quando o restaurante lotar e acabar ficando mal visto. Planejamento nunca é demais.
  6. Uma equipe bem treinada é o segredo para o sucesso. Se for incluir um prato novo, os garçons precisam estar bem informados sobre a receita: quais os ingredientes e quanto tempo demora para ela ficar pronta, por exemplo. Se a ideia é fazer uma promoção especial para o dia, eles também têm que estar por dentro de tudo e preparados para repassar a informação completa ao cliente.

Decoração de Natal para restaurantes

Outra dica para entrar no clima, é a apostar na decoração de Natal. Aqui, vale tudo para deixar o ambiente com a cara do feriado mais esperado do ano: luzinhas na fachada, enfeites em tons tradicionais -- verde e vermelho --, mesas decoradas com bolinhas, trilha sonora e até mesmo adaptar o uniforme da sua equipe. Só não vale exagerar. “Seja mais discreto no espaço interno, a decoração deve ser aconchegante, mas ela não é a estrela”, comenta a arquiteta Rebeca Maaldi.

Se um arranjo de mesa natalino combinar com seu restaurante, procure uma opção pequena e menos chamativa. Uma árvore de Natal ou algum enfeite maior devem ser colocados perto do balcão ou em alguma região visível, mas que não atrapalhe a mobilidade de clientes e garçons. “Uma boa ideia é incluir uma página extra no cardápio com felicitações de Natal. É discreto, simpático e não tira o foco da refeição”, comenta Rebeca.

De acordo com Du Cabral, quando a decoração está muito sobrecarregada o cliente tende a se perder, já que vai querer prestar atenção em cada detalhe. E isso é particularmente importante na hora de escolher os objetos natalinos que vão ser colocados na mesa. “Se o enfeite for muito grande, ele vai atrapalhar a comunicação entre as pessoas e ainda vai desviar a atenção do cliente, o que pode até fazer com que ele saboreie menos a comida”, afirma.

Como usar enfeites de Natal no seu restaurante

Para a decoração, escolha enfeites de Natal que combinem com o estilo do seu restaurante. Se o seu estabelecimento segue uma linha mais clássica, por exemplo, procure deixar tudo muito discreto. “As luzinhas frias podem ser uma opção para a fachada, mas não abuse delas no interior”, comenta Rebeca.

Como nas mesas o ideal é evitar muita informação, aposte em arranjos baixos e pequenos. Eles podem ser feitos com enfeites simples e baratos: bolas vermelhas, velas, uma folhagem com flores vermelhas. Se preferir, você pode enfeitar os pratos apenas com guardanapos nos tons típicos do feriado.

Dicas para acertar na decoração de Natal

  1. Uma mesa bem decorada é um jeito bastante eficiente de entrar no clima sem gastar muito. É importante, no entanto, passar longe de vasos muito grandes ou de enfeites de Natal chamativos demais. Muita informação na mesa desvia a atenção do cliente até mesmo na hora de saborear o prato que pediu. Por isso, opte por arranjos discretos feitos com bolas e flores.
  2. Luzinhas frias são uma ótima ideia, mas para decorar a fachada do restaurante. No interior, o segredo é manter a discrição. Use o conhecido "menos é mais"ao escolher objetos, enfeites e arranjos para decorar o salão.
  3. Como o Natal é uma data com viés bastante emotivo, a ambientação do espaço é muito importante. E não é preciso investir muito para deixar seu restaurante com clima natalino, basta um pouco de criatividade: vale até trilha sonora de fundo. “Não exagere! A informação mais importante de um restaurante é a comida”, diz Rebeca Maaldi.